Atendimentos do SUS ligados à depressão aumentaram 115% em três anos

Jovens com idade entre 15 e 29 anos são os mais atingidos pela doença;

O Ministério da Saúde aponta que, entre 2015 e 2018, os atendimentos do SUS ligados à depressão aumentaram em 115% entre jovens de 15 a 29 anos. A doença é considerada o “mal do século 21” e um dos problemas mais recorrentes, junto do estresse e da ansiedade.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) vem alertando, desde 2001, sobre a importância de se falar abertamente sobre saúde mental (negligenciada durante muitos anos). Dados mais recentes da organização apontaram que o Brasil é o país que concentra a maior quantidade de pessoas ansiosas.

“Deve-se cuidar e ficar atento com a saúde mental durante todo o ano, porque ela está diretamente ligada ao bem-estar geral. O equilíbrio entre emoção, corpo e mente é essencial para uma vida sã e com menos propensão a desenvolver problemas psicológicos e alterações emocionais”, comentou Stéphanie Brasil, diretora dos Seminários Insight – processos educativos de desenvolvimento do potencial humano.

Perigos do dia a dia

Depressão, transtorno de ansiedade e estresse, apesar de não serem problemas novos, se intensificaram com a rotina da vida moderna e se tornaram grandes incapacitantes. Situações cotidianas, como trânsito excessivo, trabalho, finanças e falta de tempo podem afetar a saúde psicológica do indivíduo.

“É preciso estar atento aos sinais que o corpo dá para identificar o problema e a melhor solução para ele. Cansaço excessivo, insônia, falta de apetite e alterações repentinas de humor podem ser sintomas de que o corpo e a mente estão saturados. Por isso, vale fazer uma autoavaliação de como está sua rotina pessoal e dedicar um tempo a si mesmo para reverter o quadro”, sugeriu Stéphanie Brasil.

Não cuidar da saúde mental pode trazer graves consequências: do estresse à depressão, e até mesmo, em casos extremos, problemas cardíacos e cerebrais, como o acidente vascular cerebral (AVC).

Cuidando da mente

Stéphanie Brasil ressaltou algumas dicas para ter mais equilíbrio emocional e melhorar sua saúde mental por meio do autoconhecimento:

– Concentre-se em sua própria vida. Não se compare com outros, principalmente nas redes sociais;

– Aceite os seus limites. Não se cobre tanto;

– Foque no que é positivo, principalmente os pensamentos;

– Seja gentil com você mesmo(a). Não se julgue, culpe ou machuque;

– Pratique exercícios físicos para diminuir o estresse diário;

– Durma bem, com uma média de 6h a 8h de sono;

– Reserve um momento para estar somente com você todos os dias. Pode ser um tempo em silêncio, um espaço para meditar ou mesmo fazer um balanço de como foi o dia. Dar atenção a você mesmo é a primeira forma de autocuidado.

Redação Folha Vitória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *