Chuva em Cariacica: muro desaba e atinge duas casas em Flexal II; terceira está ameaçada

A estrutura caiu após o início do forte temporal na região, no final da tarde de domingo. Ninguém ficou ferido.

Duas casas foram parcialmente destruídas e outra está ameaçada de ser atingida após a queda de um muro, no bairro Flexal II, em Cariacica. A estrutura caiu após o início do forte temporal, no final da tarde de domingo (01). Ninguém ficou ferido.

Em uma das casas atingidas, o quarto, o banheiro e a cozinha foram desmanchados pela força do muro. A residência pertence à diarista Benvinda Ferreira de Jesus, de 63 anos, e foi a mais prejudicada pela queda da estrutura. A idosa conta que foi salva por conta do vai e vem na cozinha.

“Na hora eu ia pegar um pão para dar ao menino. Aí eu vi a panela com um ovo e falei: ‘Ricardo, você deixou o ovo aqui? Esse ovo já está secando’. Nisso, eu vim para falar com ele e escutei um estalo”, lembrou.

Após conseguir se salvar, ao sair da cozinha e atender o chamado de alguém, dona Benvinda viu de perto toda a destruição. “Já tinha caído a cozinha toda, o armário. A geladeira veio parar aqui perto da porta. E aí o quarto já não dava para entrar mais, caiu tudo em cima da minha cama”, lamentou.

Morando na mesma casa há 40 anos, a idosa se emociona ao lembrar do ocorrido e agradece por ter saído ilesa. “Eu agradeço a Deus porque eu estou viva. Se eu estivesse lá, estaria esbagaçada. Mas Deus me deu o livramento. Como ele me falou que ia me dar o livramento, ele me deu”, afirmou.

A outra casa atingida pelo muro pertence à dona de casa Tatiane da Silva. Ela conta que estava na casa da irmã, em Vila Velha, com os três filhos e o marido quando o quarto das crianças veio abaixo.

“O quarto destruído é onde ficava a cama das crianças. A parede atingida pela muro, se as crianças estivessem ali, ou os três estariam mortos ou não sei o que teria acontecido. Estariam lá embaixo numa hora dessas. Graças a Deus a gente não estava em casa”.

Já a cozinheira Maria da Penha Rodrigues afirma que não tem conseguido dormir direito, já que a casa dela está ameaçada de ser atingida. Ela teme que o barranco venha a ceder e que algo pior possa acontecer com ela e a filha adolescente dela.

Os moradores ouvidos pela equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV afirmaram que o muro destruído teria sido erguido pela Prefeitura de Cariacica há cerca de um ano. De acordo com a Defesa Civil da cidade, dentre as 48 ocorrências registradas durante o temporal, 16 estão relacionadas a quedas de muros e desabamentos.

Com informações do repórter Paulo Rogério, da TV Vitória/Record TV

Redação Folha Vitória
Foto: TV Vitória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: