Conheça a bactéria Enterobacter que foi encontrada em lenços umedecidos

Bactéria não oferece risco para pessoas saudáveis, mas em um organismo debilitado pode causar infecções graves

Agência disse que o problema foi identificado pelo controle de qualidade da própria empresa, que o comunicou à Anvisa. 

Na segunda-feira (16), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a suspensão da comercialização e da distribuição de dois lotes de lenços umedecidos de duas diferentes marcas, após verificação de contaminação pela bactéria Enterobacter gergoviae.

De acordo com os infectologistas, as bactérias do gênero Enterobacter são encontradas geralmente na pele humana e plantas, bem como no solo, água, esgoto, trato intestinal, urinário e respiratório de humanos e animais e alguns produtos lácteos.

A bactéria identificada não oferece riscos para pessoas saudáveis, mas pode causar infecções mais graves em pessoas que estejam com o sistema imunológico debilitado.

As doenças mais comuns incluem bacteremia, osteomielite, pneumonia e septicemia. No entanto, a E. aerogenes também provoca infecções do trato gastrointestinal, trato respiratório, trato urinário e na pele.

Segundo a Anvisa, os produtos são de fabricação da Kimberly Clark Brasil Indústria e Comércio de Produtos de Higiene Ltda. Em nota, a agência disse que o problema foi identificado pelo controle de qualidade da própria empresa, que o comunicou à Anvisa.

Larissa Agnez

Redação Folha Vitória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: