Ex-capa da Playboy é presa em Vitória por tráfico de drogas

Flávia é suspeita de fazer parte de uma organização criminosa composta por garotas de programa de luxo, que atuam na capital do Distrito Federal

Foi presa na madrugada desta terça-feira (21) pela Polícia Civil do Espírito Santo, Flávia Tamayo, de 22 anos, mais conhecida como Pamela Pantera.

Segundo a polícia, a mulher é suspeita de fazer parte de uma quadrilha de garotas de programa de luxo, que vendem cocaína para clientes poderosos, como empresários e políticos de Brasília.

Foto: Divulgação

Flávia foi apreendida na recepção de um hotel da orla da capital capixaba quando retornava de uma atividade profissional. De acordo com a Polícia Civil, logo após ser dada voz de prisão, Flávia teria feito um escândalo e tentou tirar a própria roupa, sendo impedida pelos agentes que atuavam na apreensão.

Com ela, foi apreendida uma pequena quantidade de droga para consumo próprio, uma quantia em dinheiro em espécie e um celular. A suspeita foi encaminhada ao sistema penitenciário capixaba, onde permanece à disposição da justiça brasiliense. A prisão foi decretada pelo juízo da 1ª Vara de Entorpecentes do DF.

Flávia foi capa de revistas masculinas famosas, como a Playboy – edição publicada em Portugal – e a Sexy, e também atuou como atriz em filmes eróticos da franquia Brasileirinhas. Ela também oferecia uma espécie de cardápio sexual aos clientes mais assíduos.

Redação Folha Vitória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *