Fevereiro Verde: câncer de vias biliares poderá atingir 625 mil pessoas até 2022

Obesidade estará entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento da doença.

Fevereiro Verde marca a luta contra o câncer de vias biliares que tem difícil diagnóstico e pode estar relacionado ao diabetes, à obesidade e ao tabagismo. De acordo com a última estimativa divulgada pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA), o Brasil terá 625 mil novos casos de câncer a cada ano do triênio 2020-2022. O levantamento aponta que a obesidade estará entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento de 11 dos 19 tipos mais frequentes na população brasileira.

O câncer de vias biliares acontece com mais frequência em homens de meia idade e tem uma alta taxa de mortalidade, apesar de corresponder a apenas 3% dos tumores gastrointestinais.

Segundo o gastro-oncologista Marcos Belotto esse tipo de câncer só apresenta sintomas na fase avançada e os primeiros sinais aparecem quando o tumor gera a obstrução das vias biliares.

“Os sinais mais comuns são o amarelamento da pele e a perda de peso sem causa aparente, além de náusea, vômitos, urina escura, fezes esbranquiçadas e, em alguns casos, intolerância a alimentos gordurosos. É importante que, homens diabéticos, entre 50 e 55 anos, ou que tenham algum histórico familiar de tumores gastrointestinais realizem um acompanhamento médico mais rigoroso para a prevenção e diagnóstico precoce desse tipo de câncer “, frisa Belotto.

Redação Folha Vitória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *