IFF Bom Jesus do Itabapoana – RJ aumenta produtividade de milho em 253%

Quantidade de volumoso produzido subiu de 17 para 60 toneladas por hectare

Apesar da suspensão de grande parte das atividades presenciais do Instituto Federal Fluminense Campus Bom Jesus do Itabapoana, alguns setores mantiveram o funcionamento durante todo o período de pandemia. Os setores produtivos, por exemplo, não só continuam funcionando, como também registram melhorias nos resultados obtidos no campo. É o caso da produção de milho, que registra aumento de 253% na produtividade de volumoso, de 17 para 60 toneladas por hectare.

Segundo o técnico em Agropecuária Clinimar Oliveira Amaral, o crescimento é atribuído às tecnologias empregadas no cultivo do milho, como o plantio direto, a utilização de sementes melhoradas e a fertirrigação. “A adoção do plantio direto, que é uma tecnologia conservacionista, possibilitou a melhoria das características físicas e químicas do solo, aumentou o teor de matéria orgânica, e, consequentemente, aumentou a capacidade de retenção de água no solo, possibilitando economia de água para irrigação e a redução da perda de solo devido à erosão”, afirma. Para ele, essa ferramenta é essencial na busca pela sustentabilidade dos sistemas agropecuários.

O milho colhido será destinado à produção de silagem da planta inteira, objetivando a suplementação alimentar dos animais criados no Laboratório de Bovinocultura Leiteira do Campus Bom Jesus. A professora Rosana Cristina Pereira, do Curso Técnico em Agropecuária, conta que o gado leiteiro é criado no sistema de produção intensivo a pasto e a silagem de milho é fornecida aos animais na época seca do ano, período em que tanto a oferta como a qualidade do pasto diminuem, levando à necessidade da alimentação suplementar.

“Uma silagem de milho bem elaborada é um alimento de boa qualidade, com altos teores de energia e elevados níveis de matéria seca. Seu fornecimento pode contribuir para incrementar a produtividade do rebanho e reduzir o uso de concentrados, ajudando a melhorar a eficiência do sistema de produção, viabilizando a atividade pecuária”, explica Rosana. A professora destaca que a preparação de uma silagem de qualidade a baixo custo é fundamental, sendo o rendimento na colheita uma etapa importante do processo.

Fonte:IFF Bom Jesus do Itabapoana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Error