Jovem é morta pelo ex-namorado e filho do casal, de 1 e 8 meses, fica sentado ao lado do corpo da mãe

O suspeito foi identificado como Caio Miranda Carvalho, de 20 anos. De acordo com informações da Polícia Militar, ele é estudante de direito e presta vestibular em uma faculdade particular de Vitória.

Uma jovem de 18 anos foi assassinada a golpes de faca na noite de quarta-feira (18) no bairro Maria Ortiz, em Vitória. O suspeito de cometer o crime foi identificado como ex-namorado da vítima. O filho do casal, de 1 ano e 8 meses, estava no local e foi encontrado sentado ao lado do corpo da mãe.

O suspeito foi identificado como Caio Miranda Carvalho, de 20 anos. De acordo com informações da Polícia Militar, ele é estudante de direito e presta vestibular em uma faculdade particular de Vitória. A vítima, identificada como Julia Mendonça morreu antes de ser socorrida.

Moradores contaram que por volta das 17h30 sentiram um forte cheiro de gás. Cerca de duas horas depois ouviram gritos de socorro. Quando chegaram próxima da residência onde Julia estava, se depararam com uma amiga da vítima, que havia saído da casa e visto a cena do crime. Uma viatura da Polícia Militar passava pela rua e foi até o local. Chegando dentro da residência, os militares viram que a mangueira da botija havia sido cortada pelo suspeito.

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Caio – suspeito pela morte da ex-namorada

Ainda de acordo com informações da polícia, o corpo de Julia estava em um quarto da casa. Já os suspeito estava sozinho na cozinha, com ferimentos pelo corpo. O filho do casal, um menino de 1 ano e 8 meses teria visto o momento do crime. Ele estava sentado ao lado do corpo da mãe. A faca usada no crime foi recolhida pela perícia. A irmã da vítima esteve no local, mas  muito abalada, preferiu não falar com a imprensa. Ela foi amparada pela família e amigos.

Moradores disseram que Julia e Caio estavam separados. Eles teriam chegado de carro horas antes do crime. O veículo ficou estacionado em frente à residência em que a vítima morava com o filho e a amiga. O bebê do casal foi amparado por uma vizinha e recebeu atendimento médico em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

No entanto, uma segunda ambulância precisou ser acionada, pois o veículo em que o menino estava acabou sendo atingido por um outro veículo. A parte da frente da ambulância ficou destruída. O motorista, que não quis gravar entrevista, disse que ninguém ficou ferido.

A ambulância seguia pela Avenida Leitão da Silva, já o carro de passeio, pela Avenida Maruípe. Para a dinâmica do acidente, duas versões. O motorista da ambulância disse para a polícia que o sinal estava verde para ele. Já o condutor do carro de passeio disse que o sinal estava aberto a favor dele. Com o impacto da batida, o carro de passeio capotou e foi parar do outro lado da pista.

A cena do veículo com as rodas pra cima chamou atenção de quem passava pelo local. Os motoristas fizeram o teste do bafômetro e segundo a PM, deu negativo para a ingestão de álcool.

Na cena do crime, policiais militares acionaram uma equipe da Polícia Civil. Peritos fizeram os primeiros trabalhos de perícia, e o corpo de Julia foi levado ao Departamento Médico Legal (DML) de Vitória. Já o suspeito foi detido e levado por uma viatura da Polícia Militar.

A equipe de reportagem da TV Vitória/ Record TV tentou mais detalhes sobre a autuação do suspeito, no entanto, até o momento não obteve retorno.

Com informações do repórter Waslley Leite, da TV Vitória/ RecordTV!

Redação Folha Vitória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *