Medo de fraude na Black Friday é apontado por 85% dos consumidores brasileiros

Cerca de 85% dos consumidores brasileiros afirmam ter medo de fraude na edição deste ano da Black Friday, marcada oficialmente para esta sexta-feira (27). É o que revela uma pesquisa inédita da Conversion, consultoria e agência de SEO (Search Engine Optimization).

De acordo com o estudo, que ouviu este mês cerca de 400 brasileiros sobre hábitos de consumo, comportamentos e preocupações para a primeira Black Friday com isolamento social, mesmo com previsão de crescimento de seis pontos percentuais na edição deste ano em comparação com o evento anterior, saltando de 84% no ano passado para 90% em 2020, o nível geral de confiança dos consumidores ainda é baixo no País.

Outro dado apontado pelos entrevistados é o medo de contágio por uma eventual segunda onda da Covid-19. Por esta razão, mais de 75% dos consumidores farão compras somente online nesta Black Friday, incluindo acesso às lojas virtuais e aos aplicativos. E mais da metade pretende aproveitar o evento para comprar algum item de proteção contra a Covid-19.

“A restrição de circulação pela parcela da população que se encaixa nos grupos de risco da doença e a abertura ainda parcial do comércio físico também são fatores determinantes para mais consumidores estarem predispostos a participar do evento somente pela internet, explica Diego Ivo, CEO da Conversion. “Apesar da gradual reabertura dos estabelecimentos e da progressiva retomada econômica ter acontecido em muitos países, incluindo o Brasil, os impactos da pandemia ainda são muito significativos”, acrescenta.

Ainda assim, a pesquisa mostra que o número de consumidores que pretendem fazer alguma compra no evento aumentou. Segundo o estudo, cerca de 90,4% dos respondentes disseram que já compraram ou pretendem comprar na Black Friday de 2020, já que as promoções começam muito antes da última sexta-feira de novembro, com algumas lojas que lançaram as ofertas ainda em outubro.

Eletrodomésticos dominam as intenções de consumo

Entre os produtos de maior interesse dos consumidores, eletrônicos e eletrodomésticos somam 60% das intenções de compra, seguidos por celulares, com 59%.

“A Black Friday deste ano será um marco não apenas pelos recordes de vendas, mas pela grande mudança de hábitos que vemos e pelo surgimento do que chamamos de novo consumidor, que é mais digital do que nunca”, explica o CEO da Conversion

Confira a pesquisa completa na página:

https://www.conversion.com.br/blog/black-friday-brasil/

Sobre a Conversion (www.conversion.com.br
Fundada em 2011 por Diego Ivo, a Conversion é a agência líder em SEO (Search Engine Optimization) no Brasil e conta com o maior time de profissionais especializados nesse segmento, com 60 colaboradores. Tem em seu portfólio marcas como iFood, Lojas Marisa, ViajaNet e foi reconhecida em 2018 pelo prêmio de Melhores Agências de Performance pela ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico).

Fonte: Aqui Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *