Nasa registra pela primeira vez buraco negro ‘devorar’ uma estrela

O fenômeno ocorre quando as forças do buraco negro supermassivo dominam a gravidade do corpo celeste o despedaçam

Pela primeira vez, o satélite de pesquisa Transiting Exoplanet Survey (TESS) da NASA observou um buraco negro ‘despedaçar’ uma estrela em um fenômeno cataclísmico chamado de evento de perturbação das marés. As observações de acompanhamento do Observatório Neil Gehrels Swift da NASA e de outras instalações produziram o olhar mais detalhado ainda nos momentos iniciais de uma dessas ocorrências de destruição de estrelas.

Um estudo foi publicado nesta quinta-feira (26) pela revista “The Astrophysical Journal”, e cientistas defendem que descoberta é um marco para entender mais sobre este fenômeno.

Segundo os astrônomos, o que o satélite capturou foi a destruição de uma estrela por meio de efeitos gravitacionais – as chamadas “perturbações de maré”, ou da sigla em inglês TDE.  De acordo com a pesquisa, a interação que recebeu o nome de ASASSN-19bt, emitiu uma luz que pôde ser identificada pelo TESS. Os cientistas explicam que em uma destruição como esta, parte do material da estrela que é “engolido” pelo buraco negro emite um disco de gás quente e brilhante.

Redação Folha Vitória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: