Pesquisa mostra que 29% dos pais adiaram vacinação dos filhos

Pandemia e fake news dificultam controle de outras doenças

Pesquisa aponta que 29% dos pais adiaram a vacinação dos filhos durante a pandemia de coronavírus. Desses, 9% decidiram vacinar os filhos somente quando a pandemia acabar.

O Presidente do Departamento de Imunizações da Sociedade Brasileira de Pediatria, Renato Kfouri, reforça a importância da vacinação mesmo durante a pandemia para controle de outras doenças, como o sarampo.

Além da pandemia, as fake news sobre as vacinas, o acesso limitado e horários inadequados de atendimento nos postos de saúde são apontados como fatores que ajudam a impulsionar reações contrárias ao plano de vacinação, somando-se a isso a falta de informação. Renato Kfouri defende o intensificação da campanha de incentivo à vacinação.

A pandemia também impactou as consultas de rotina. Dos entrevistados, 44% deixaram de acompanhar os filhos com pediatras. A pesquisa foi realizada pelo Ibope, a pedido do laboratório Pfizer. Foram mais de mil entrevistas on-line com pais de todas as regiões e estratos sociais do país.

Por Gésio Passos – Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Error